Notícia

CDL Palmas comenta lei que regulariza período mínimo gratuidade de estacionamentos

  • 09 de janeiro de 2019 - 15:32
Foto: Reprodução/Internet
Na última segunda-feira, 07, a Prefeitura de Palmas estabeleceu, por meio de lei, o período mínimo de 30 minutos de gratuidade em estacionamentos de espaços privadas em toda Capital. Deste modo, os consumidores só pagam pelo estacionamento após 30 minutos de permanência no local.
 
Art. 1º Fica estabelecido à regulamentação e padronização do tempo de gratuidade de 30 (trinta) minutos, nos estacionamentos dos shoppings centers, supermercados, aeroporto e demais serviços congêneres que fornecem ao consumidor a opção de estacionar.
 
Para o comércio, a medida é positiva, conforme explica Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas. “Acreditamos que esse tempo pode trazer uma melhoria para o comércio local, pois aumenta a rotatividade e o fluxo de pessoas. É um conforto a mais para o cliente, que agora terá um tempo razoável de gratuidade. Preciso também acompanhar os resultados dessa medida, para sabermos se realmente foi melhor”, explicou. 
 
Silvan ressalta que o comércio espera que a medida também seja adotada pelo programa de estacionamento rotativo da Prefeitura de Palmas, que não conta com tempo mínimo de carência gratuita.