Comércio de Palmas recupera vendas no Dia das Mães

  • 13 de maio de 2021 - 08:46



Com o cenário de incertezas, o lojista palmense teve que se reinventar e trabalhar dobrado para conseguir recuperar a perda das vendas do mês de abril - os dados do SPC Brasil, monitorados pela CDL Palmas apontam que o comércio de rua perdeu 9% no volume de vendas. 

 

O trabalho teve que ser ainda mais reforçado nesta última semana, pois o Dia das Mães é a segunda melhor data em vendas para o comércio e em 2020 as lojas tiveram uma queda de 45% no número de vendas. A expectativa para 2021 era de que 77% dos consumidores fossem às compras e o lojista teve que montar estratégias para conseguir atrair os clientes. O resultado foi positivo: as vendas cresceram 61,3% em relação ao mesmo período em 2020. 

 

O presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, explica o que estes números representam. "Em 2020, o comércio sofreu um baque gigantesco com um número tão baixo de vendas nesta data tão importante para o varejo, tendo em vista o cenário sanitário que nos encontrávamos perante a pandemia. Para este ano, a CDL Palmas e as entidades de classe trabalharam para reverter esse prejuízo. O consumidor foi incentivado a adiantar as compras, já que o comércio (por conta dos decretos) não está funcionando aos sábados. A estratégia foi certeira e conseguimos recuperar, mas é preciso ressaltar que 2020 foi péssimo, por isso a porcentagem de crescimento foi tão alta", disse Silvan. 

 

A expectativa agora é de que não haja mais restrições de períodos de funcionamento, para que o comércio consiga se recuperar, mesmo que gradativamente, mantendo o emprego e renda dos trabalhadores palmenses. A CDL Palmas espera ainda que os segmentos ainda atingidos, como bares e restaurantes, consigam se restabelecer o mais breve possível.