Dia dos Namorados: 58% do consumidores devem presentear e comércio de Palmas espera recuperação

  • 07 de junho de 2021 - 10:08



Em junho, o Dia dos Namorados, comemorado no dia 12 do mês, movimenta o comércio e aquece as vendas por todo o país. Em 2020, o cenário não foi bom. Por conta da pandemia, as vendas neste período tiveram uma queda de 9,2% em Palmas. Para 2021, a expectativa é de recuperação econômica. Apesar do momento ainda ser delicado, a maioria dos consumidores vai presentear. Uma pesquisa do SPC Brasil, em parceria com o Instituto Offer Wise, aponta que cerca de 58% dos consumidores pretendem comprar presentes no Dia dos Namorados. 

 

Já na primeira semana do mês, conforme mostra a base de dados do SPC Brasil operada pela CDL Palmas, houve um aumento de 23,1% nas vendas do comércio em geral na Capital. “Estamos otimistas, confiando que será uma boa data para os lojistas. Estamos trabalhando para incentivar as compras no comércio local. Instruímos ainda o lojista a utilizar os canais digitais para atingir todos os públicos e reverter as compras que seriam feitas em outros sites”, disse Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas. 

 

O levantamento revelou que, em média, os consumidores pretendem gastar R$196 com a compra de presentes para o Dia dos Namorados. Quando a pesquisa investiga quem será a pessoa presenteada, o esposo ou a esposa aparecem em primeiro lugar (66%), enquanto 31% pretendem presentear os namorados. Entre aqueles que afirmaram que não vão presentear porque estão sem dinheiro, não vão encontrar o(a) namorado(a) ou estão desempregados, 56% citam haver influência da pandemia. 

 

Neste ano, os presentes mais procurados por quem vai presentear devem ser as roupas (40%), empatadas com perfumes, cosméticos e maquiagens (40%), calçados (20%) e bombons e chocolates (19%). Completam o ranking os acessórios (17%), as joias/semijoias (16%) e as flores (13%). Quanto ao pagamento, 68% pretendem pagar a compra à vista, com destaque para o dinheiro (24%) e o cartão de débito (19%). Já 29% preferem pagar parcelado, com destaque para o cartão de crédito (27%), sendo em média 4 prestações. 

 

Ainda segundo os dados do levantamento, 35% dos consumidores pretendem comprar a maioria dos presentes na internet, 24% em shoppings centers e 10% em lojas de rua. Na hora de escolher o local de compra, 43% são influenciados pelo preço, 36% pela qualidade dos produtos, 32% pelas promoções e descontos e 24% pelo frete grátis. Além disso, 78% pretendem fazer pesquisa de preço, sendo que 81% costumam fazer pesquisa na internet, principalmente em sites/aplicativos (70%, principalmente sites de varejistas e sites e/ou aplicativos de busca). Já 66% vão fazer pesquisa por canais físicos, com destaque para as lojas de shopping (46%) e lojas de rua (28%).