Comércio de Palmas tem boas expectativas para o Dia dos Pais

  • 01 de agosto de 2019 - 15:25



A intenção de consumo dos brasileiros para este Dia dos Pais está boa. Uma pesquisa realizada pelO SPC Brasil revelou que 67% dos consumidores pretendem presentear no segundo domingo de agosto, em relação a 2018 houve uma alta de 6% na intenção de comprar presentes. 

Subiu também o valor médio do presente. Para este ano, os consumidores devem desembolsar cerca de R$190 - em 2018 esse valor era R$41 menor. Os gastos com os presentes devem injetar R$20 bilhões na economia do do país. A maior parte (43%) dos entrevistados deve comprar apenas um presente e apenas 26% devem gastar mais para agradar o pai. 

Para o presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, o aumento na intenção de presentear é vista com bons olhos pela classe lojista. “Dentre as datas comemorativas, o Dia dos Pais sempre esteve um passo atrás, comprando com Dia das Mães e Natal, por exemplo, mas esse cenário vem mudando, o que é de extrema importância para o comércio. A expectativa é que o valor injetado na economia seja expressivo e que a data traga um ânimo a mais para esse segundo semestre”, disse. 

O levantamento mostrou ainda que o fato de já terem perdido o pai foi o motivo apontado por metade (50%) dos 23% que não têm intenção de usar a data como justificativa para presentear. Já 16% não têm contato com o pai e outros 10% não pretendem comprar presentes por falta de dinheiro.

Em relação ao itens, as roupas correspondem à maior parte das intenções de compra para a data (52%), seguidas de perfumes e cosméticos (36%), calçados (30%) e acessórios (26%), como meias, cinto, óculos, carteira e relógio. Já na forma de pagamento, 82% pretendem pagar o presente à vista, principalmente no dinheiro e no cartão de débito. Por outro lado, 31% preferem comprar a prazo, principalmente no cartão de crédito 26%, e numa média de quatro parcelas.