Comércio de Palmas não fecha no Carnaval e classe espera que Governo não decrete ponto facultativo

  • 01 de fevereiro de 2021 - 10:46



Em 2021, apesar de ainda não ter se decretado o fim da pandemia de COVID-19, é possível ver uma “luz no fim do túnel” com o início da vacinação da população. Este é também um ano de recuperação econômica para o comércio, que viveu um 2020 atípico e inesperado. É por isso que, com base nas resoluções da Convenção Coletiva do Trabalho do Tocantins, o comércio de Palmas não irá fechar durante o período de Carnaval. 

É preciso estar ciente de que este é um período que, historicamente, movimenta o comércio e alavanca as vendas em todo o Brasil, mas como estamos vivendo um período de pandemia, as festas de ruas tiveram que ser canceladas. Neste sentido, o comércio de Palmas não deve fechar, mantendo seu funcionamento normal.

O presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, explica que as entidades de classe incentivam a abertura do comércio nos dias de Carnaval. “O funcionamento das empresas do comércio durante este período não acarretará em aglomerações, uma vez que os comerciantes já adotaram todas as medidas de segurança impostas pelas autoridades e Ministério da Saúde. Abrir durante este período trará a segurança de evitar viagens ou outros tipos de aglomerações”, explicou. 

A CDL Palmas encaminhou ao Governo do Tocantins e à Prefeitura Municipal ofícios solicitando que não seja decretado ponto facultativo aos funcionários do Estado e Município, para se evitar viagens e festas neste período. É importante ressaltar que a decisão do comércio em funcionar normalmente é baseada na cláusula vigésima sétima da Convenção Coletiva do Trabalho do Tocantins, que assegura a abertura do feriado de Carnaval, sem nenhum tipo de sanção, para o comércio em geral. É importante que cada empresa consulte seu sindicato, pois empresas do gênero alimentício e as lojas de shopping centers, por exemplo, também podem funcionar, seguindo regras diferentes.