Como consequência da pandemia, desemprego atinge 1 em 4 famílias de Palmas e sociedade teme colapso social

  • 22 de maio de 2020 - 12:22



Desde o início da pandemia da COVID-19, os municípios brasileiros vivem uma situação delicada. Além da crise de saúde no SUS e também em hospitais particulares, a população enfrenta ainda o eminente risco de um colapso social. Isso porque a pandemia deixou milhares de desempregados, sem assistência e sem renda. 

 

Em Palmas, a situação não é diferente. Para saber de fato qual o cenário da sociedade palmense, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Palmas encomendou uma pesquisa. O levantamento revelou que 1 em cada 4 famílias teve um membro que perdeu o emprego devido à crise do coronavírus (39,8%). Além disso, 78,6% dos palmenses foi obrigado a fazer cortes de gastos nos últimos 30 dias. O levantamento mostrou que, devido à crise, 59,3% dos palmenses estão gastando menos, 27,1% gastando da mesma forma, 13,4% gastando mais e 0,2% não sabe. 

 

Para Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas, a situação é preocupante. “O bem estar social, gerado pelo desenvolvimento econômico, sempre foi uma bandeira defendida pela CDL Palmas. Neste momento, a manutenção de empregos foi, mais do que nunca, a nossa preocupação. Os números apresentados são alarmantes, é entristecedor saber que as empresas de Palmas não estão tendo incentivos, subsídio ou qualquer outro tipo de solução vindos do Poder Público para que consiga manter seus empregados. Tememos pelo futuro, temos medo do caos social ser inevitável”, disse.

 

A pesquisa mostrou que nos últimos 30 dias 58,9% dos palmenses cancelou algum serviço contratado ou gasto planejado. No que diz respeito às perspectivas para o comércio da Capital para os próximos 3 meses, 54,4% dos cidadãos afirmam estarem pouco otimistas; 23,6% pessimistas; 13,8% muito otimistas; 6,8% muito pessimistas e 1,4% não sabe. 

 

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Skala, encomendada pela CDL Palmas, de 15 a 18 de maio de 2020, com grau de confiabilidade de 95% de acerto e possui margem de erro 3,5% para mais ou para menos.