Vendas do Natal 2020 são aposta do comércio de Palmas para minimizar os prejuízos do ano

  • 16 de dezembro de 2020 - 15:01



O Natal é a data comemorativa mais importante para o comércio e movimenta, anualmente, milhões de reais. Em 2020, os empresários enfrentaram um cenário atípico durante todo o ano, mas há um certo otimismo em relação às vendas de fim de ano. De acordo com uma pesquisa realizada pela Offer Wise, em parceria com a CNDL e CDL Palmas, 54% dos consumidores têm a intenção de presentear terceiros neste Natal. 

 

O levantamento revelou ainda que os presentes mais visados são roupas (57%), brinquedos (38%), perfumes/cosméticos (31%), calçados (31%) e acessórios (24%). Em média, cada consumidor pretende comprar 3,6 presentes no Natal, sendo o ticket médio de cada presente em torno de R$109. 

 

A intenção de compras teve uma queda de 11% em relação a 2019. Ainda em comparação ao ano passado, 45% dos consumidores pretendem gastar menos nas compras de presentes este ano, 26% pretendem gastar a mesma quantia e 20% gastar mais. Entre os que vão gastar menos, 37% dizem que querem economizar, 33% que estão com o orçamento apertado e 25% citam as incertezas com relação à economia para o próximo ano.

 

O presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, explica que o comércio, apesar de otimista, já esperava que o consumidor estivesse inseguro para as compras. “Esperamos que a tradição de comprar presentes continue, mas sabemos que este fim de ano será atípico. O comércio sempre fica ansioso pelas vendas de fim de ano e agora mais ainda. É importante destacar que a valorização do comércio local será essencial neste Natal. Esperamos que o consumidor compre aqui e faça a economia local girar”, explica. 

 

Em Palmas, a expectativa é de que as compras do Natal 2020 tenham uma queda de até 10%. Com as campanhas de conscientização e incentivo às compras no comércio local, é possível que este número seja ainda menor e que o comércio consiga manter a média de vendas do ano passado ou até mesmo superar.  

 

A maioria dos consumidores irá pesquisar preços online (80%), sendo que 74% utilizarão os sites e aplicativos, e 29% as redes sociais. Já 69% farão pesquisas de forma offline, principalmente nas lojas de shopping (43%) e de rua (38%). Os fatores que mais influenciam a escolha do estabelecimento de compra do(s) presente(s) são: preço (53%), ofertas e promoções (39%) e o valor do frete (24%).